Solteiro Econômica

Gastos diários até USD 100,00

Lisboa – Roteiro de 3 dias

No Carnaval de 2011 resolvi deixar terra Brazilis e levar meu filho para conhecer Londres e Portugal. Aproveito para compartilhar com vcs as dicas de Portgual que recebi de um amigo Lisboeta. É um roteiro simples de 3 dias com o “must do”. Resolvi deixar o texto fiél a escrita do meu querido amigo. Tenha um Bom Passeio!

Dia 1: Começaremos pelo essencial de Lisboa. Fiquei hospedado no Goodnight Hostel, no centro histórico de Lisboa, ótimo lugar, recomendo. De lá sugiro que vás a pé até ao jardim da estrela, olhes para a monumental Basílica e apanhes o elétrico (bonde) 28 (video do bonde no youtube). É uma das melhores experiências de Lisboa (cuidados com os roubos, pois o elétrico está cheio de turistas e por vezes há carteiristas).

O 28 passa no melhor de Lisboa: Estrela, o parlamento à esquerda. O Bairro da Bica à direita, Bairro Alto à esquerda, Praça Camões, Bairro do Chiado com passagem no Teatro São Carlos e São Luiz. Descida para a Baixa e subida para Alfama (bairro) e Castelo. Não te preocupes por ter passado em tantos sitios giros (legais), este tour levar-te-á por eles outra vez!

Sai do elétrico no largo das portas do Sol. Ai, tens de subir os últimos 400 metros a pé até ao castelo. Lisboa tens a vistas mais bonitas que conheço. São muitas e variadas e dificilmente igualadas por qualquer outra cidade européia. A do castelo é uma das melhores! Vale a pena leres ai a história da conquista de Lx (Lisboa) aos mouros e o inicio da história de Portugal como País (séc. XII). Se estiveres com fome, come uns petiscos aí perto na escola de artes circenses chamada Chapitô! A vista é também linda e os petiscos valem a pena!

Se continuares a descer a colina do castelo (uma das 7 colinas de Lx) podes visitar a Sé (por onde já passas-te de elétrico) e proponho perderes-te por Alfama. O bairro é velho e muito humilde. Mas é um legado impar na Europa. É o bairro árabe de Lisboa e o seu urbanismo remonta ao séc. VIII. Tens ai algumas casas de fado e um café excelente, o Pois Café (100 metros da Sé).

O melhor percurso por Alfama sai das Portas do Sol e podes vê-lo no Guia Michelin. Caso não tenhas como ter o guia, desce das Portas do Sol, mergulha no bairro seguindo os teus instintos e acaba na Sé (mas vai por dentro do Bairro, não sigas a linha do elétrico). Depois da Sé, vai para a Baixa. Visita as Praças do Comércio, do Município e do Rossio. Se quiseres vai até à Av. da Liberdade só para teres uma ideia. A baixa foi toda feita depois do terramoto de 1755 pelo Marques de Pombal. Tira uma fotografias ao elevador de ferro em Neo-gótico feito pelo Eiffel (ou por um seu discipulo). Sobe a Rua do Carmo e a Garrett, estás no chiado, uma das zonas de comercio mais chiques de Lx. Podes passear pelo bairro.

Visita o Largo do Carmo que tens muitas histórias para contar, desde o sec. XIV até à revolução de 1974. No chiado passa pelos teatros São Carlos e São Luiz. Vas chegar à Praça Camões. Tens muito para ver além das vistas!

O Museu do Chiado é pequeno e tem uma interessante coleção de pintura portuguesa do séc. XIX e XX (Amadeu de Souza Cardozo incluido). Tira uma foto com o Fernando Pessoa na Brasileira e come um hamburguer no largo da trindade na cadeia portuguesa de (not so) fast-food chamada H3! É uma sugestão diferente, mas não quero que fiques com a ideia que não temos iniciativa empresarial de qualidade só porque somos um país antigo!!!

Bom, no Largo Camões estás às partas do Bairro Alto, o bairro boemio de Lx onde às 6ª e sábados há milhares de jovens a sair à noite, milhares de restaurantes (o Sinal Vermelho é um tipico e bom).

Há também muitas lojas alternativas. Sem dúvida que merece uma visita de dia e outra de noite (se fores ao fim do dia e ficares para a noite, melhor ainda). Podes dar um salto ao Bairro da Bica que tem uma rua muito gira com um életrico/elevador antigo e com muitos bares à noite! Se cruzares o Bairro Alto para Norte vais ter ao Princepe Real e ai perto tens um bar de cocktails imperdível: o Pavilhão Chinês!

2º Dia: Vamos deixar os 3 primeiros séc. de Lisboa e saltamos para a época dos Descobrimento! Portugal desenvolveu um estilo de arquitetura próprio nessa altura: o Estilo Manuelino.

Dois monumentos se tornam o seu expoente máximo: o Musteiro dos Jerónimos (ver a igreja e os claustros por dentro) e a Torre de Belém. Os dois ficam em Belém, sitio onde tens de ir no 2º dia logo de manhã. Em Belém há muito para ver: O palácio de Belém (por fora é suficiente, o museu dos coches (vale a pena entrar), o Musteiro dos Jerónimos, a Torre de Belém e o Centro Cultural de Belém contruído nos anos 80 com a mesma pedra do vizinho Mosteiro dos Jerónimos, e para acolher a presidencia da União Europeia. Os jardins de Belém e o Padrão dos Descobrimentos são tudo o que resta da exposição sobre o mundo portugues que teve lugar em Belém em 1940.

Obrigatório em Belém é comeres a coisa mais tícica de Lx, os Pasteis de Belém! Da parte da tarde (pode ser ao fim da tarde) podes ir para a Zona da Expo. É do outro lado da cidade! Foi toda construida para a exposição de 1998 e foi o evento que mais me orgulho (a par das manifestações por Timor Leste em 1999). O Shopping Vasco da Gama parece um barco e vale a pena entrar, vê por fora os jardins garcia d’horta, o pavilhão multi-usos, o pavilhão de Portugal e podes entrar no Oceanário que é giro. Há ai um casino para os mais interessados!

3º dia: Para o 3º dia guardei o melhor! O mais bonito e mágico. Aluga um carro e vai pela Estrada Nacional 6 (toda a gente chama a esta estrada, “Marginal” porque é junto à costa. Vai até Estoril e depois Cascais. Para ai, passeia na Rua Direita, no Largo Camões (também Cascais tem um Largo Camões), come um gelado no Santinni (tem de ser), vai até à Baia de Cascais e não deixes de ver o Museu da Paula Rego!

De volta ao carro, vai à Boca do Inferno pela costa e depois volta a parar na Casa da Guia seguindo o caminho junto ao mar. Vai ao Cabo da Roca, o ponto mais Ocidental da Europa! E no final cruza a serra de Sintra e vai à Vila com o mesmo nome.

Sintra é mágica e podias ficar ao 5 dias perdido na serra e a ver os palácios de contos de fadas! Hoje em dia vou para lá todos os fins de semana andar de bicicleta! Muito há para visitar, mas o que considero imperdivel é o palacio da Vila (por dentro) a quinta da regaleira (por dentro e pelas passagens secretas dos jardins) o palácio de setais (por fora) e o palácio da Pena (por fora). Tens milhares do outras coisas, como palácios, mosteiros, castelos e quintas, mas não dá tempo para tudo! O que não podes perder são as quijadas e os travesseiros da piriquita (são doces)! Depois diz-me qual gostaste mais! Se não tiveres carro faz o circuito de Sintra da Carristur!

Bom, estas foram as dicas de meu amigo Lisboeta, segui quase tudo a risca e foi beeem proveitoso. Adiciono apenas o seguinte:

  1. Em Belém, assista o filme sobre a história de Lisboa que fica no monumento em homenagem ao descobrimento.
  2. Perto da estação do Rossio, em uma esquina, há um restaurante be, típico portugues. Desculpem por não lembrar o nome, mas procurem que acharão.
  3. Fui pra Sintra de Trem. A viagem dura em torno de 30 minutos, mas a vista não é tão boa quanto de carro.

Aproveitem, comam muito bacalhau e tomem bastante vinho.

Veja mais fotos em nossa página no Facebook.

Categorias: Casal Econômica, Solteiro Econômica | Tags: | Deixe um comentário

Buenos Aires – Dicas de viagem

Seguem algumas dicas de viagem à cidade de Buenos Aires.

Logo no primeiro dia, recomendamos fazer o Buenos Aires Free City Walking Tour às 11h. Geralmente o tour é em inglês. Apesar de ser free, sem a obrigatoriedade de taxa, o guia trabalha com gorjetas; portanto, leve uns 20 pesos e se gostar do tour, seja educado.

Após o tour, se estiver com fome, vá almoçar em Puerto Madero. Ok é um lugar bem turístico, mas lembre-se, você é um turista, certo?

Nossa sugestão é procurar algum restaurante perto da Puente de La Mujer. Termine com uma caminhada pelo porto e um sorvete na sorveteria Freddo, no próprio porto, perto do Deck1.

Outra opção após o Walking Tour é pegar o Touristic Bus e rodar por toda cidade. Sugerimos a compra do passe de dois dias. Pegue o ônibus no ponto de saída inicial na Rua Florida (um passeio pela própria rua já é um bom programa, confira no link). A rota do ônibus é em direção ao bairro La Boca. Você pode descer e almoçar em algum restaurante na rua-museu Caminito. Geralmente há show de tango na rua.

Importante saber: você poderá saltar e pegar outro ônibus com o mesmo passe. Os ônibus passam a cada 30 minutos por todos os pontos.

Achamos interessante rodar de ônibus por todos os pontos turísticos no primeiro dia do passe. Assim, no segundo dia, você poderá saltar nos pontos que mais gostou.

Gostamos de pegar o ipod e sair andando pelos parques da cidade. Recomendamos uma visita aos seguintes parques (fizemos o tour nessa ordem) Jardim Botânico, La Rosenda, Jardim Japonês e os Jardins perto do Museu MALBA em Recoleta. Programe-se para terminar sua caminhada com tempo suficiente para entrar no MALBA.  Achamos o período de 2 a 3 horas bem suficiente para a visita.

Quando estivemos por lá, ficamos em Palermo Soho. O lugar é incrível! Cheio de bares, restaurantes, praças e feiras aos fins de semana. Tudo acontece por lá. Recomendamos uma visita à feira da Plaza Cerrano, os restaurantes na Plaza Armênia, os Bares e Baladas de Palermo Hollywood.

Restaurantes que recomendamos:
Único (sim, é esse o nome mesmo) em Palermo. Lugar onde os locais costumam ir para jantar, com boa música e clima de baladinha. Fica na rua Honduras com Fritz Roy. Os restaurantes ao entorno da Plaza Armênia são boas opções para almoço e jantar.
Existem alguns que achamos interessante na Plaza Cerrano, mas não entramos.

Amigos locais nos disseram que os bares da Plaza Cerrano são muito turísticos à noite. Fomos recomendados por locais aos bares Único (também é bar), El Carnal, Sullivans.
Gostamos muito de um lugar chamado Sugar, na Plaza Armênia, rua Armênia esquina com Costa Rica. Legal é chegar para o jantar e ficar para baladinha que rola após à meia noite.

Os porteños jantam tarde, por volta de 21h. Existem baladas chamadas after office, procure saber qual a boa do dia. Fomos ao after do El Clan em Puerto Madero. É um happy hour, com pessoas vestidas de terno ou fazendo estilo um tanto playboy, mas conhecemos uma turminha bem legal, que adorava brasileiros. Foi bem divertido.

Geralmente ficávamos em um bar/baladinha até umas 2 da madrugada… Depois, saíamos para algum clube. Conhecemos o Niceto e Crobar. O Niceto tem apresentações, com pessoas fantasiadas que se misturam às pessoas na pista e fazem várias performances.

Fomos ao show de tango no Piazzolla da rua Florida. Soubemos por um amigo local que era o mais performático; no entanto, não o mais luxuoso. Uma boa dica é conhecer alguém local que consiga uma reserva via empresa. O preço cai quase pela metade. Pode-se jantar no lugar. Recomendamos se estiverem em casal. As pessoas vão bem vestidas, como se fossem à ópera.

Compras: Recomendamos a feira urbana na Plaza Cerrano, as lojas da rua Córdoba em Palermo, do número 4000 ao 5000. Se quiser algo mais chique, procure pelas lojas perto do outlet da La Coste (Google it). Há também várias lojas na rua Santa Fé.
Existem vários shoppings pela cidade, mas não temos muita paciência e não fomos a nenhum. Acontece uma feira em San Telmo na rua Denfensa todos os domingos. O lugar é bem cheio de gente, mas vale à pena.

Veja mais fotos em nossa página no Facebook.

Veja mais infos.

Esperamos que curta bastante, Buenos Aires é incrível!

Categorias: Casal Econômica, Solteiro Econômica | Tags: | 2 Comentários

Paris, Amsterdam, Roma e Barcelona – Dicas de viagem

Após enviar algumas dicas de viagens para amigos, resolvi agrupá-las e compartlhar com vocês. Espero que os ajude.

Minha primeira e maior dica é sobre este site de hospitalidade: www.couchsurfing.org
Faço parte do CouchSurfing (CS para os íntimos) desde 2009. Passei 6 meses viajando pela Europa, sendo que 60% do tempo foi surfando em couchs. Foi uma experiêcia incrível e enriquecedora. Seguem algumas dicas em meu blog pessoal

Site de albergues pelo mundo: www.hostelword.com

Site de passagens baratas pela Europa: www.skyscanner.net

Site de dicas de viagens: Lonely planet e Trip advisor

Em toda a Europa rolam Free Walking Tours e os do Sandsman são os melhores: www.neweuropetours.eu
Vêja se no país em que estiver rolam os tours, faça logo no primeiro dia. Pegue os mapas e dicas boas.

Agora seguem ulgumas dicas pessoais sobre Paris, Amsterdam, Roma e Barcelona

Paris
———

A primeira delas está em um blog, claro: www.conexaoparis.com.br

Museus: D’orsay, Louvre, Rodin
Você pode anotar todos os pontos turísticos importantes através do www.lonelyplanet.com/france/paris. Pegue um mapa e ande de bike pelo pontos turísticos importantes (se não estiver congelando, claro). O sistema de aluguel de bike chama-se V-Lib, e é transporte público. Você aluga por 1 euro com cartão de crédito.

Compre um vinho (Bordeaux), um queijo de seu gosto, uma baguete e vá fazer um picnic a noite em Champ de Mars para ver a Torre Eiffel iluminada… Há noites em que tem show de luzes na torre, verifique quando chegar lá.

Coma um falafel no bairro judeu Les Marreis

Coma uma porção de escargot em algum restaurante no Quartier Latin

Faça um passeio despretencioso pela Champs-Elysees até o Arc de Triomphe.

Amsterdam
——————

Guia da Lonely planet e Dicas trip advisor

Hostel:
1 opção: The-Bulldog
2 opção: Stayokay

Ir aos museums Van Gogh, Anne Frank House, Rijksmuseum, no mínimo! Também visite o museu Casa do Rembrant se sobrar tempo. Se tiver curiosidade, pode ir no SexMuseum, Marijuana Museum e Madame Tussauds.
Um passeio pelo Volderpark vale a pena, e é claro pelo Red Light district. O Bulldog no RedLight, a beira de um canal bem charmoso.

Segue um mapa com alguns pontos turísticos:
Mapa Google

Como se pode notar, a cidade é bem pequena, em um dia você pode andar por quase todos os pontos importantes.

Se o tempo deixar, faça um passeio de barco pelo canal ou passeio de bike pela cidade.

Roma
—————

Hostel:The Yellow

Dicas Lonely Planet e Dicas Trip Advisor

Barcelona
—————————

Dicas Lonely planet

Obrigatório visitar tudo sobre Antoni Gaudí. Você pode passar em frente
à casa Batlló, deve entrar na La Pedrera, mas não precisa entrar na sagrada familia, a não ser que a fila esteja pequena para pegar o elevador e visitar o parque Guel. A cidade em si é um museu a céu
aberto. Tem a Fundação Miró, Museu Picasso e o mirante no MontJuic;

Bairros La Rambla e Gótico são obrigatórios.

Eu fiz um passeio de turistic bus que valeu a pena: Turistic Bus

Existe mais de uma empresa de ônibus, vêja as melhores rotas e preços. Geralmente o tour é válido por 48h. Você pode descer em um ponto turístico, visitá-lo, pegar outro ônibus e ir a outro ponto.

Outras dicas e guias:

Have a nice trip!

Categorias: Casal Econômica, Solteiro Econômica | Tags: , , , | 2 Comentários

Transition Consciousness

Making the transition to a better world

The WordPress.com Blog

The latest news on WordPress.com and the WordPress community.

%d blogueiros gostam disto: